Soja colhida em campo experimental do Show Rural supera médias do Paraná e do Brasil em sacas por hectare.

Foi colhida nesta terça, 27, no campo experimental do Show Rural Coopavel a soja cultivada com Suplementação Luminosa Tecnologia Irriluce do Grupo Fienile. O material que obteve maior número de sacas por hectare foi o “Trovão”, com 118,46, que, além da luz, também recebeu irrigação de água, seguido de “Zeus”, com 107,38. A média entre todos os materiais ficou em 80,14, ou seja, 24,6% superior à média registrada no estado, que segundo a Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB), foi de 64,3 e 34,1% maior do que a média registrada no Brasil de 59,76, na safra 22/23.

O campo experimental teve o plantio em outubro do ano passado, sendo ele acompanhado pelo corpo agronômico da Coopavel e realizado com uma semeadeira, espaçamento de 70 cm, pulverizações, manejo da água, do solo e reestruturação do solo e contou com seis materiais divididos em dois pivôs com suplementação luminosa, sendo um com irrigação de água e outro sem. Para cada pivô foram três materiais de soja: Lança, Zeus e Trovão. Segundo o agricultor e CEO do Grupo Fienile, Gustavo Alexandre Grossi, “o objetivo do experimento foi reproduzir o que os agricultores passam no dia a dia no campo, e os pivôs com e sem irrigação para reproduzir a realidade tanto das áreas irrigadas do Brasil, quanto das áreas de sequeiro”.

Participaram do dia da colheita acadêmicos, professores, pesquisadores, empresários, parceiros e produtores rurais. Antes de seguirem para o campo, os visitantes foram recepcionados com um coquetel no Espaço Impulso, um ambiente dentro do Espaço da Coopavel para ações, pesquisas experimentos e desenvolvimento de novos produtos e serviços. Durante uma breve apresentação. Dilvo Grolli desejou boas-vindas aos participantes e explicou que o Show Rural tem o objetivo de acelerar a distribuição das tecnologias e inovação para competitividade e rentabilidade nas propriedades rurais, uma vez que trata-se de uma atividade na qual não se domina o céu e o clima “trazendo mais produtividade com redução de custos, insumos e de operações, mesmo se tratando de uma atividade em céu aberto, com risco climático, mas sempre conectado com os produtores rurais nas mais modernas tecnologias, inclusive minimizando as perdas por fatores climáticos.”

O CEO do Grupo Fienile apresentou o projeto que fomenta a tecnologia e explicou que a participação no Espaço Impulso é fundamental para o sucesso do experimento, “estamos no Espaço Impulso para comprovar que a Tecnologia Irriluce funciona e traz excelentes resultados e muitos benefícios, tanto aos produtores rurais quanto ao consumidor final, uma vez que buscamos produzir mais, com mais qualidade, no mesmo espaço e com menor impacto ao meio ambiente. Neste experimento tivemos ainda uma pressão das áreas vizinhas que estavam sendo colhidas com pragas e doenças, e mesmo com as intempéries conquistamos resultados muito positivos, além de termos adquirido mais experiência para aplicarmos às próximas pesquisas.” 

últimas postagens

A iniciativa está localizada no cerrado da região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, em uma área irrigada via pivô...

A investigação está a avançar no sentido da validação de um amplo espectro de culturas. Há 14 culturas no campo...

Com apenas 40 dias de irrigação por luz artificial, durante a floração e início do enchimento de grãos, já foram...